Xô, ressaca! Flu joga bem, goleia o Criciúma e é o único...

Xô, ressaca! Flu joga bem, goleia o Criciúma e é o único 100%

Digão brilhou na vitória tricolor. Foto: Nelson Perez

A eliminação na Copa Libertadores faz parte do passado. O Fluminense jogou bem, dominou o Criciúma e goleou pelo placar de 3 a 0. Digão, duas vezes, e Wellington Nem marcaram.

Abel Braga fez mudanças importantes. Tirou Bruno, Leandro Euzébio e Wellington Nem, promovendo as entradas de Wellington Silva, Gum e Rafael Sobis.

O Fluminense fez um primeiro tempo que há muito não se via. Foi intenso, brigador e o mais importante: jogou futebol. A equipe girou a bola de um lado para o outro, usou bem os lados do campo. Faltava, porém, maior poder de finalização.

Edinho, quem diria, comandava o meio-campo. Diguinho desarmava e saía bem com a pelota dominada. No ataque, a movimentação era constante do trio Rhayner, Samuel e Rafael Sobis, confundindo a zaga do Criciúma. Mas nada de o gol sair.

Se com bola rolando a rede não balançava, ela encontrou o fundo do gol pelo alto duas vezes e com o mesmo jogador: Digão.

Aos 24 minutos, falta pelo lado direito, Rafael Sobis cruzou, Gum tocou para o meio da área e Digão só escorou: 1 a 0. Nove minutos depois, o Tricolor chegou ao segundo gol, através de escanteio cobrado por Wagner. O companheiro de Gum ganhou na dividida de Ewerton Páscoa e fez de cabeça.

No segundo tempo, o atual campeão brasileiro sufocou o Criciúma em seu campo defensivo, sem deixar o adversário jogar. O Tigre se movimentou mais, porém, chance de gol clara só uma, com Marcel, de cabeça.

O Fluminense manteve o bom futebol, embora com menos ímpeto ofensivo. Abel Braga mexeu no time e sacou Rhayner, Samuel e Wagner para as entradas de Thiago Neves, Wellington Nem e Felipe, respectivamente. E o terceiro gol surgiu com um passe de quem conhece.

Felipe, de forma magistral, achou Nem entre os zagueiros e o atacante sofreu pênalti. O camisa 11 mesmo bateu e definiu o marcador: 3 a 0.   O placar poderia ter sido mais dilatado, pois Thiago Neves ainda acertara um balaço no travessão

Com o resultado, o Fluminense assumiu a quarta colocação, com seis pontos e um jogo a menos. É o único time com 100% de aproveitamento no Brasileirão. Rumo ao penta!