(Foto: Reprodução)

Aos 73 anos, faleceu nesse último sábado o jornalista Paulo Stein, mais uma vítima da Covid-19. Em entrevista ao RJTV, a filha do narrador, que era tricolor declarado e nunca fez questão de esconder sua paixão pelo Fluminense, revelou que Paulo lembrou de mencionar o clube verde, branco e grená em sua ficha cadastral no hospital em que faleceu.

– Hoje no hospital, quando fui receber a notícia do óbito dele, o rapaz da recepção no hospital me disse que na quinta, na hora que ele foi preencher a ficha de cadastro, ele falou: “Coloca aí que eu sou tricolor!”. Então eu estou fazendo essa homenagem pra ele aqui, de verde e vermelho, e fico muito feliz e grata pelas homenagens ao meu pai – disse a filha do jornalista.

Paulo Stein estava internado no hospital Anchieta, no Caju, e não resistiu ao vírus. Seu corpo será cremado no cemitério do Caju, neste domingo, em cerimônia reservada apenas para os seus familiares.