Deco teve passagem para lá de vitoriosa no Fluzão com dois títulos brasileiros (Foto: Photocamera)

Revelado pelo Corinthians, o meia Deco deixou o Brasil muito cedo para atuar no futebol europeu. Lá, fez sua carreira, naturalizou-se português e brilhou com a camisa da seleção de Portugal. Depois de atuar em grandes clubes como Porto (POR), Barcelona (ESP) e Chelsea (ING), o atleta voltou ao seu país de origem em 2010 para vestir o manto do Fluminense.

Em entrevista ao canal do ex-técnico Joel Santana, no YouTube, o meia revelou que o Corinthians era seu clube da infância, mas que hoje seu coração bate pelo Fluminense. Confira o trecho onde ele se declara torcedor do Fluzão:

– Era Corinthians quando garoto. Virou Fluminense. Era o time de coração de pequeno (Corinthians). Minha família toda corintiana, eu também era. Até depois começar a jogar. Hoje não. Hoje, time no Brasil, eu sou Fluminense – atestou ele, explicando em seguida por qual motivo se tornou tricolor ao ser questionado por Joel:

– Paixão, né? Na verdade, assim: Eu consegui ter uma ligação forte com os times que joguei. Às vezes tem jogador que joga em muito time, eu passei bastante tempo nos times. Nunca imaginei jogar no Porto. Foi o time que passei mais tempo. O Barcelona era um time que sonhava jogar. Talvez o Chelsea, que passei menos tempo, porque já queria voltar ao Brasil. E o Fluminense é por tudo que vivi. É um clube que me abriu as portas na época. Na época que voltei, falei com Flamengo, com o Marcos Braz, que era diretor na época, com o Corinthians… Mas o Fluminense foi pelo projeto na época. Tinha um time bom, tinha o Muricy, que foi importante para a minha volta. Queria voltar, mas queria ter a chance de ganhar coisas. Não queria voltar por voltar. Então o projeto do Fluminense era legal, o time era bom – explicou.