(Foto: Maílson Santana/FFC)


Com início irregular no Campeonato Carioca, o Fluminense até agora somou apenas 3 pontos de nove disputados. Venceu o Fla-Flu, é verdade, mas antes disso já havia perdido para Resende e Portuguesa-RJ com sua equipe sub-23 em campo. Apesar disso, alguns atletas aproveitaram as oportunidades.

O portal Lancenet fez uma análise dos jogadores do Time de Guerreiros neste início de Estadual. Aqueles que estão em alta com o técnico Roger Machado e largam na frente por mais chances em 2021, os que estão em posição intermediária e aqueles que estão em baixa e seguem devendo.

Confira:

EM ALTA

Gabriel Teixeira – Sem dúvidas foi o maior destaque entre os garotos. Ainda peca em tomadas de decisões, mas mostrou repertório e boa movimentação nas três partidas. Na primeira, inclusive, foi o melhor em campo.

André – O volante foi um dos três que permaneceram no time com a chegada dos atletas do time principal. Ele foi bem nas duas primeiras partidas e no clássico acabou substituído no intervalo, apesar de ser o melhor do meio-campo.

Kayky – Foi utilizado na primeira e na terceira partida e mostrou vontade de jogo. Ainda não brilhou como na base, mas pode ser uma alternativa interessante.

INTERMEDIÁRIO

Miguel – Começou muito bem na estreia, mas sentiu um mal-estar e precisou ser substituído ainda no primeiro tempo. Depois disso, se machucou no treino e está prestes a voltar, mas acabou não podendo mostrar seu futebol.

Ganso – Teve lampejos no jogo de estreia, contra a Portuguesa, chegou a dar uma bola açucarada para Samuel, mas o atacante perdeu a chance. No clássico, porém, ficou completamente sumido enquanto esteve em campo.

Caio Vinicius – Um dos mais experientes da equipe que iniciou o torneio, o volante teve algumas falhas ao longo das partidas, mas mostrou que pode ter espaço para evolução. Foi o único que retornou de empréstimo utilizado.

John Kennedy – Uma das grandes joias desse Fluminense, o jovem foi muito mal na estreia e até melhorou depois, mas ainda ficou longe de ser o atleta inspirado da temporada passada. Pode melhorar.

EM BAIXA

Frazan – Ele até foi bem no clássico após um início um pouco inseguro, mas falhou nos dois gols que deram a vitória ao Resende. Depois, acabou se machucando e não esteve em campo na segunda partida.

Rafael Ribeiro – Estreou contra a Portuguesa e foi muito mal. Inseguro, teve muita dificuldade na marcação e na saída de bola, falhando no segundo gol. Depois, acabou voltando para a reserva.

Samuel – Foi até regular na estreia, mas apareceu muito pouco contra a Portuguesa, só tendo destaque quando perdeu um gol quase feito. Precisa de mais rodagem para ser o reserva imediato de Fred.