(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Depois de uma verdadeira maratona, Rio-Bogotá, Bogotá-Armênia e o caminho inverso, o Fluminense desembarcou na Cidade Maravilhosa nesta quinta-feira com o sentimento de dever cumprido. Na noite da última quarta, o Tricolor bateu o Independiente Santa Fe (COL), por 2 a 1, pela Libertadores, e voltou com os primeiros 3 pontos na mala.

Autor dos dois gols que garantiram o triunfo tricolor, Fred admitiu o cansaço do elenco no desembarque. O camisa 9 destacou o desgaste da viagem e as poucas horas de sono dos atletas. No domingo, o Time de Guerreiros tem mais uma decisão, pela semifinal do Carioca, contra a Portuguesa-RJ. Existe a chance de Roger poupar alguns atletas.

– Foi uma viagem bem desgastante. Ela foi dura devido à troca (de cidade), todo o deslocamento para o treino, espera em ônibus… A gente até enalteceu a diretoria do clube porque eles nos deram o melhor para fazer isso, e graças a Deus chegamos com força no jogo. O time estava bem preparado e conseguiu fazer um grande jogo até no sacrifício ali, com um a menos por mais de 20 minutos, e suportou bem. O cansaço passa, né? Você está voltando para a casa e poder abraçar sua família com o dever cumprido, com esses três pontos que nos colocam na parte da frente do nosso grupo. Acho que começamos bem e nos dá confiança até para a semifinal do Carioca – disse Fred, complementando em seguida sobre o próximo duelo:

– Querer, todo mundo ali vai querer (jogar no domingo), porque se trata de uma semifinal. Mas o Roger (Machado), o Marquinho (Seixas, preparador físico), o Juliano (Spineti, fisiologista), com toda comissão técnica vão fazer um planejamento. Ainda não passaram nada para a gente, mas creio que amanhã, na nossa reapresentação, devem falar alguma coisa, ou no mais tardar no sábado. Vamos aguardar ansiosos, focados na recuperação. É descansar, se alimentar bem, porque a gente não dormiu quase nada – admitiu.