(Foto: Rafael Ribeiro/CRVG)

A Conmebol abriu processo disciplinar contra o Fluminense devido ao estado precário do gramado na partida da última quinta-feira, contra o Olimpia (PAR), pelas quartas de final da Libertadores. O Tricolor foi enquadrado nos artigos 4.3.1.2 e 5.6.1 do Manual de Clubes da entidade e há risco de aplicação de multa.

O documento enviado pela entidade no último dia 24 baseou-se no relatório do árbitro Andrés Matonte, do Uruguai, que classificou o gramado como ruim. O delegado Aldo Remo também fez diversas observações que foram registradas no documento. Confira:

  • Campo de jogo com muitas imperfeições;
  • Muitas áreas afetadas devido a pouca grama;
  • Gol norte com uma grande área descoberta;
  • Desnível na marcação das linhas e solicitação para repintura;
  • Marcações erradas nas marcas de pênalti, escanteios e áreas.

Lembrando que o Maracanã já está fechado para reparação do gramado e deve ficar 20 dias sem atividade. A previsão de reabertura é no dia 16 de setembro, na final da Copa do Brasil entre Flamengo e São Paulo.