(Foto: Mailson Santana/FFC)

Apesar do trabalho intenso da diretoria do Fluminense, o clube segue com diversos problemas na esfera jurídica. O próximo está por vir. Devendo pouco mais de R$ 50 mil ao meia Kaká, que deixou o clube em dezembro do ano passado, o Tricolor será acionado na Justiça após não responder a uma notificação cobrando as dívidas em torno do atleta.

O NETFLU apurou que o jovem, atualmente defendendo o sub-20 do Grêmio e com passagens pelas seleções brasileiras sub-15 e sub-17, cobra do clube das Laranjeiras, por intermédio de seus advogados, verbas rescisórias, férias, adicionais, 13º salário, FGTS e outros benefícios trabalhistas, além disso, três salários.

Kaká chegou ao Fluminense com 12 anos e deixou o clube aos 18, no fim do ano passado. O Fluminense manteve 40% dos seus direitos econômicos. O atleta era considerado um dos mais badalados de sua geração em Xerém.