Flusócio nega que saída de Renato foi em troca de aprovação fiscal

Flusócio nega que saída de Renato foi em troca de aprovação fiscal

renatoNa última quinta-feira, a jornalista do impresso Extra, Marluci Martins, publicou que a demissão de Renato Gaúcho não foi meramente por questão técnica. De acordo com ela, a ruptura com o treinador, que enfureceu o presidente da patrocinadora, Celso Barros, teria sido uma condição para que as contas de 2013 fossem aprovadas. Maior grupo político do Tricolor, a Flusócio desmentiu veementemente a repórter.

Confira, na íntegra, o post intitulado “A quem interessa (II)?”:

“Hoje a jornalista Marluci Martins publicou na versão online do jornal EXTRA que a demissão de Renato Gaúcho foi o preço para que as contas de 2013 do Fluminense fossem aprovadas. Falso.

A referida jornalista ligou ontem às 18:01 para o Presidente do Conselho Fiscal (membro da Flusócio), fazendo uma série de questionamentos acerca das contas de 2013. Perguntou também se a falta de Parecer do Conselho Fiscal tinha a ver com a demissão de Renato Gaúcho.

Obteve a resposta de que não tinha nada a ver, que os números estavam muito bons e que haviam apenas algumas dúvidas quanto à ressalva da auditoria independente, que estavam sendo analisadas. O grupo também questiona outros pontos do balanço, como a conta “Gastos Gerais”, que aumentou 90% em relação a 2012. Tal rubrica, entretanto, já foi detalhada pela diretoria, pois indevidamente englobava a baixa com a Unimed pela venda determinado atleta, fato que deveria ter sido contabilizado em outra rubrica, mais específica. Esta resposta, entretanto, chegou alguns dias após o adiamento da votação de contas.

Às 19:42 de ontem, foi compartilhada a publicação da matéria maldosa no Twitter da referida jornalista.

Aos fofoqueiros internos fica mais uma vez o recado: a Flusócio vai continuar a fazer o que tem que ser feito pelo Fluminense, doa a quem doer. Nada vai mudar isso. Não adianta tentar nos desacreditar manobrando a imprensa com matérias maldosas, pois colocaremos aqui a nossa verdade dos fatos, para reflexão da grande torcida”.


Sem comentários