Eleito melhor em campo, Fred recebeu troféu após a partida (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Grande destaque na vitória do Fluminense por 2 a 1 diante do Independiente Santa Fe, quarta, em Armenia, na Colômbia, pela segunda rodada do Grupo D da Libertadores, Fred virou o segundo maior artilheiro da história do clube. Ao fazer os dois, superou Orlando Pingo de Ouro (184), chegando a 185. Comentarista do SporTV, Carlos Cereto fez elogios rasgados ao centroavante tricolor.

Na visão do jornalista, Fred é um dos grandes camisas 9 não só da história tricolor, mas como do futebol brasileiro.

— O Fred é um monstro, um dos maiores centroavantes da história do futebol brasileiro. Ele foi massacrado injustamente na Copa de 2014. Se tem um centroavante como o Fred, tem que jogar para ele. Pouquíssimos atacantes têm essa qualidade para colocar a bola para dentro – opinou no SporTV News da manhã desta quinta.

Pela atuação diante do Independiente Santa Fe, Fred foi eleito o melhor em campo e recebeu troféu da Conmebol na saída do campo.

O maior artilheiro da história tricolor é Waldo Machado, com 319 gols.