Gum lembra que diretoria havia prometido trazer o Deco em 2010 se o Fluminense não caísse para a Segunda Divisão (Foto:: Photocamera)

Já faz mais de dez anos, mas a arrancada do Fluminense na reta final do Campeonato Brasileiro de 2009, quando o rebaixamento parecia certo, ainda está muito viva na memória de muitos tricolores. E para quem esteve dentro de campo então… Gum, por exemplo, não esqueceu. O zagueiro guarda com carinho o feito da equipe e destaca a importância que aquela reta final teve para a história do clube.

Vale ressaltar que a permanência na Primeira Divisão permitiu ao Fluminense investir na equipe e buscar o título nacional já no ano seguinte.

— Foi um momento tão incrível para nós que a torcida abraçou o time. Lembro que a gente estava treinando na Ilha do Governador e disseram que se a gente não caísse, no ano que seguinte iriam trazer o Deco. Eu fiquei com aquilo na cabeça para a gente se reforçar. Além da motivação junto com a torcida… a fome aumentou cada vez mais. Se não fosse aquela arrancada, muitos jogadores sairiam, o patrocínio diminuiria, teria que se restruturar. Foi fundamental para reescrever a história do Fluminense nos anos seguintes. Foi dali que nasceu o Time de Guerreiros. Tenho muito orgulho de ter participado disto – disse em entrevista exclusiva ao NETFLU.