O valor da Copa Sul-Americana, de alguns anos para cá, mudou. Hoje, os clubes, principalmente os brasileiros, veem a competição com outros olhos. O título não dá apenas a vaga na Libertadores do ano seguinte, como possibilita a conquista de outros quatro canecos internacionais.

Disputada entre o campeão das duas competições mais importantes do continente, a Recopa Sul-Americana é um deles. Jogada anualmente no Japão, a Copa Suruga é decidida entre o campeão da Sul-Americana e o campeão da Copa da Liga Japonesa. Por fim, o vencedor da segunda competição mais importante da América do Sul também disputa a Supercopa Euroamericana, contra o ganhador da Liga Europa.

Confira os times que disputam a Sul-Americana em 2017:

Argentina: Independiente, Arsenal, Defensa y Justicia, Huracán, Gimnasia y Esgrima e Racing.
Bolívia: Bolívar, Oriente Petrolero, Nacional Potosí e Petrolero.
Brasil: Corinthians, Ponte Preta, São Paulo, Cruzeiro, FLUMINENSE e Sport.
Chile: O’Higgins, Palestino, Universidad de Chile e Everton.
Colômbia: Deportes Tolima, Deportivo Cali, Patriotas e Rionegro Águilas.
Equador: LDU Quito, Deportivo Cuenca, Universidad Católica e Fuerza Amarilla.
Paraguai: Cerro Porteño, Sol de América, Nacional e Sportivo Luqueño.
Peru: Alianza Lima, Comerciantes Unidos, Sport Huancayo e Juan Aurich.
Uruguai: Danubio, Defensor, Liverpool e Boston River.
Venezuela: Estudiantes de Caracas, Atlético Venezuela, Caracas e Deportivo Anzoátegui.
Times vindo da Libertadores: Olimpia-PAR, Junior-COL e os oito terceiros colocados de seus grupos.