(Foto: Mailson Santana/FFC)

A dívida do Fluminense com os jogadores gira em torno de R$ 11 milhões, mas parte dela foi abatida. O repórter Victor Lessa, da Rádio Globo, noticiou na tarde desta quarta-feira que a diretoria pagou as premiações do ano passado referentes à Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.

O débito total engloba CLT (13º e férias de 2018 e janeiro de 2019), direitos de imagem (novembro, dezembro e janeiro) e as duas premiações pagas nesta quarta.

Na terça, os jogadores do Fluminense comunicaram à cúpula do futebol que não treinariam, em protesto decorrente da ausência de pagamento. Nesta quarta-feira trabalharam normalmente. O NETFLU apurou detalhes da paralisação.