Ministro sai em defesa dos investimentos do governo na Copa

Ministro sai em defesa dos investimentos do governo na Copa

Faltando menos de um ano para a Copa do Mundo, muita coisa ainda falta ser concluída pelo governo. As altas quantias envolvidas, boa parte dos cofres públicos, geram desconfiança na população. Entretanto, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, defendeu o investimento que o governo federal está disponibilizando para a realização do Mundial. Ele fez questão ainda de destacar que o dinheiro será utilizado na melhoria da infra-estrutura das 12 cidades-sedes do torneio.

– Esse número de 28 bilhões se refere principalmente a investimentos em mobilidade urbana: aeroporto, metrô, BRT (Bus Rapid Transit, em inglês, ou Transporte Rápido por Ônibus), VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), viadutos, avenidas… Ou seja, são obras que ficarão para as cidades e estavam previstas antes de ficar definido que haveria Copa do Mundo. São obras do PAC. São obras de infraestrutura do país, que seriam realizadas com ou sem Copa do Mundo. Nós antecipamos para que a Copa fosse realizada com mais conforto, mais tranquilidade, uma infraestrutura melhor.

Vale lembrar que, recentemente, foi anunciado um aumento de 10% nos valores da matriz de responsabilidade da Copa, indo de R$ 25,5 bilhões para R$ 28,1 bilhões.