“Não podemos aceitar a ditadura da minoria”, diz Rubinho

“Não podemos aceitar a ditadura da minoria”, diz Rubinho

Dirigente diz que diálogo é o melhor caminho

Não é de hoje que a dupla Fluminense e Flamengo brigam com a Federação de Futebol do Rio (Ferj). Para o presidente da entidade, Rubens Lopes, que já manifestou inúmeras vezes que não liberará que seus filiados disputem a Primeira Liga, o ideal seria todas as partes conversarem. Mas faz uma observação curiosa: é contra a “ditadura da minoria”

– O caminho é o diálogo, entendimento. A Federação sempre está aberta a isso. Mas não poderemos aceitar a ditadura da minoria. Eles querem que aceitem todas as suas imposições. Senão, não tem acordo. O presidente do Flamengo entregou um documento à CBF solicitando para que o clube não dispute o Estadual. Isso é inaceitável. Defendemos sob todos os aspectos a legalidade, a hierarquia e o cumprimento das normas – disse.