Nenê fez o primeiro gol do Fluminense na vitória sobre o Cerro (Foto: Lucas Merçon - FFC)

O Fluminense venceu o Cerro Porteño por 2 a 0, terça, no La Olla, conseguindo vantagem importantíssima na ida das oitavas de final da Copa Libertadores. Destaque na partida, Nenê, autor do primeiro gol tricolor, avaliou o que faltou para a equipe definir de vez o confronto.

Em virtude das chances criadas, não seria exagero se o Flu conseguisse um placar até mais elástico. Nenê comendou a respeiro.

– Acho que as chances que tivemos no segundo tempo. Até no primeiro tivemos algumas chances que já poderíamos ter feito o gol. Depois do segundo (gol, marcado por Egídio), a gente teve uma chance muito clara ali pela esquerda, o Egídio acabou cruzando na mão do goleiro. Teve a do Kayky, do Lucca… Então só faltou esse último detalhe, passe, para ter feito o terceiro gol e ter praticamente, não definido, mas feito uma grande vantagem. Mas de qualquer maneira é um grande resultado 2 a 0. Claro que não tem nada decidido ainda. É normal a gente sofrer também, o time deles está jogando em casa, pressiona… Temos que manter essa intensidade porque no próximo jogo pode acontecer muita coisa. E entrar focados como hoje para sairmos com essa classificação tão importante para o nosso time – disse.

Nenê, ainda no primeiro tempo, chegou a mandar uma cobrança de falta na trave do Cerro.