Fala galera!


Estamos a exatamente um mês do início da Copa do Mundo da Rússia, quando o Brasil iniciará a sua caminhada rumo ao hexa. Entrando nesse clima, escalei uma seleção de jogadores que já vestiram o manto do Fluminense e a amarelinha. Não necessariamente são revelações tricolores que chegaram à Seleção, mas são atletas que tiveram, pelo menos, uma passagem pelo Flu.

Sem mais delongas, vamos ao time:

Goleiro

Um dos maiores jogadores da história, Castilho fez 697 jogos com a camisa do Fluminense. Pela seleção brasileira, atuou por 29 jogos, entre 1950 e 1962.

Lateral-direito

O capitão da Copa do Mundo de 1970, Carlos Aberto Torres nasceu no Fluminense para o futebol e, pelo Brasil, marcou seu nome na história ao liderar o time tricampeão de Pelé, Rivelino, Gerson e cia.

Zagueiros

O monstro Thiago Silva deu os primeiros passos no futebol em Xerém, rodou o mundo, até voltar e fazer história. Levou o Fluminense ao título da Copa do Brasil de 2007, além de participar da campanha do vice-campeonato na Libertadores da América no ano seguinte. É presença certa na Copa da Rússia de 2018.

Campeão Brasileiro pelo Fluminense em 1984, Ricardo Gomes também é cria tricolor, onde jogou de 1982 a 1988. Fez 201 jogos, balançando as redes adversárias por 11 vezes. Na seleção brasileira, foi capitão da equipe que disputou a copa de 90 na Itália.

Lateral-esquerdo

Não saiu do Fluminense para a seleção brasileira, mas tornou-se um dos maiores da posição. Moleque de Xerém, Marcelo jogou 30 partidas como profissional do Flu e marcou seis gols. Outra presença certa na Rússia.

Meias

Um dos maiores meias de todos os tempos, Didi foi campeão do mundo nas copas de 1958 – onde foi eleito o melhor jogador da competição – e de 1962. Pelo Fluminense, fez “apenas” 298 jogos e marcou 91 gols. Como ser campeão do mundo estava em seu DNA, participou da conquista do Mundial de 1952 (Copa Rio), conquistada pelo Flu.

Conhecido como canhotinha de ouro, Gerson foi um dos maiores jogadores da posição no Brasil. No Flu, jogou durante a década de 70 e estava no time que levantou o tri-campeonato mundial pela seleção.

Roger Flores foi a maior revelação do Fluminense durante a nossa triste década de 90. Principal destaque tricolor na série C, era maestro do time. Teve duas passagens pelo Fluzão e na seleção brasileira disputou as Olimpíadas de Sydney. Aquele time caiu para Camarões, que se tornaria medalhista de ouro.

Com três passagens pelo Fluminense, Thiago Neves se tornou, para muitos, ídolo. Fez parte do time que levantou a Copa do Brasil em 2007 e, por pouco, não teve estátua nas Laranjeiras. Na final da Libertadores em 2008 marcou três vezes. O quarto gol quase saiu, mas infelizmente não foi desta vez que conquistamos a América. Ao lado de Fred, Diego Cavalieri, Jean e Carlinhos, conquistou o Super Clássico das Américas contra a Argentina em 2012.

Atacantes

Se no Fluminense a passagem foi discreta, o mesmo não se pode falar da Seleção Brasileira. Ronaldinho Gaúcho apareceu no Flu em fim de carreira, mas vestindo a amarelinha conquistou a Copa América, Copa das Confederações, além do Mundial de 2002.

 

Na minha opinião, o maior ídolo da história do Fluminense. Fred jogou por mais de sete anos no Flu e se tornou o maior artilheiro da história do clube em partidas oficiais com mais de 170 gols em 288 jogos. Pela seleção, seu maior feito foi o título da Copa das Confederações em 2013. Don Fredón ainda foi o artilheiro da competição.

Treinador

Carlos Alberto Parreira não necessariamente foi um técnico que me agradava, mas os números mostram que teve muito sucesso pelo Fluminense e Seleção Brasileira. Em 1984, Campeão Brasileiro com o Tricolor. E em 1994, treinou o Brasil que conquistou a Copa dos Estados Unidos após 24 anos de jejum. Além disso, foi o “cara” que participou do resgate do Fluminense. Muito mais que um treinador, ajudou a reestruturar o clube que estava nas profundezas da terceira divisão.

Assim ficou a minha seleção brasileira com jogadores com passagens pelo Flu, escalada num 4-2-3-1:

Esqueci de alguém? Comente abaixo e escale também a sua seleção com tricolores.

Segue lá!

Twitter

Instagram

Saudações!