Peter demitiu Renato para ter balanço aprovado, diz colunista

Peter demitiu Renato para ter balanço aprovado, diz colunista

Conselheiros levaram Peter Siemsen a demitir Renato Gaúcho (Foto: Photocamera)
Conselheiros levaram Peter Siemsen a demitir Renato Gaúcho (Foto: Photocamera)

Os maus resultados em campo foram fator secundário na hora de Peter Siemsen decidir pela demissão de Renato Gaúcho. Pelo menos é o que informa a colunista do jornal Extra Marluci Martins. De acordo com a jornalista, o presidente tomou a decisão para ter o balanço de 2013 aprovado pelo conselho deliberativo do Fluminense.

Acuado pelo seu isolamento político no clube, Peter Siemsen viu-se chantageado: ou mandava embora o treinador, ou o balanço não seria aprovado. Internamente, o conselho fiscal não emitiu parecer sobre a questão. Isso por conta de uma auditoria ter sido contratada e descoberto que não havia sido divulgado o percentual do direito economico de cada jogador tricolor. A alegação foi de que se tratava de uma estratégia de mercado.

Desta maneira, antes mesmo do balanço ir à votação (o que acontecerá em breve), começou a pressão interna de conselheiros pela cabeça de Renato. E Peter cedeu, mesmo desagradando a Celso Barros, presidente da Unimed.


Sem comentários