Coronel Nunes segue no comando da entidade (Foto: CBF)

Pouco depois de Rodolfo Landim e Reinaldo Carneiro Bastos, presidentes do Flamengo e Federação Paulista de Futebol (FPF), assinarem documento para assumirem como interventores da CBF, a Justiça do Rio de Janeiro anulou a decisão que determinava a intervenção na entidade. A decisão foi tomada pelo desembargador Luiz Umpierre de Mello Serra, da 17 ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça após recurso da entidade que controla o futebol brasileiro.

Ele concedeu um efeito suspensivo aos advogados da CBF minutos depois de os interventores Rodolfo Landim e Reinaldo Carneiro Bastos chegarem à CBF.

Desta maneira, pelo menos por enquanto, o comando da CBF segue com o paraense Antônio Carlos Nunes, o Coronel Nunes.

Autor da ação que decretou a intervenção na CBF, o Ministério Público deve recorrer. A decisão do desembargador não é definitiva. O caso será apreciado pelos demais integrantes da 17ª Câmara do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro nos próximos dias.