“Se desse para bater nele, a gente batia”, brinca Edinho

“Se desse para bater nele, a gente batia”, brinca Edinho

Edinho afirma que agora só dá para lamentar atuação da arbitragem (Foto: A.P)

Um dia após o Fluminense perder para o Emelec por 2 a 1 no Equador com um grande auxílio da arbitragem, Edinho conseguiu até brincar um pouco com a situação. O volante revelou a tristeza dos jogadores tricolores no vestiário e, já com o humor um pouco melhor, afirmou que gostaria de dar uma “lição” no árbitro colombiano Wilmar Roldan.

– No vestiário lá (em Guayaquil), todo mundo chegou mal para caramba. Se desse para bater nele, a gente batia (risos). É só uma expressão, pois nós sabemos que não podemos fazer isso. Isso faz parte, ele é um ser humano e está sujeito ao erro. Eu já errei, o juiz já errou, não adianta lamentar – disse.