Marcelo avalia postura que o Fluminense deverá ter na Arábia Saudita (Foto: Marcelo Gonçalves/FFC)

Campeão da Libertadores, o Fluminense será o representante sul-americano no Mundial de Clubes na Arábia Saudita. Tetracampeão da competição nos tempos de Real Madrid (ESP), Marcelo sabe o tamanho do desafio, mas diz que a equipe tricolor vai para a briga. Em entrevista à FluTV, o astro avaliou qual deve ser a postura.

— Estamos treinando muito, dando o máximo na reta final aqui. Vamos ter duas finais. A semifinal e, se Deus quiser, chegar na final. É o jogo mais difícil do ano, o jogo mais brabo. Estamos falando do City, né? Temos de colocar o pezinho no chão e correr. Se for lá pensando que não dá, é melhor nem ir. Já joguei lá. Tem gente que acha que eles chegam lá sem querer ganhar. Tem de correr muito. O estilo é diferente, do sul-americano pro europeu. Vamos brigar muito, correr, deixar o suor na camisa. Pra ganhar uma parada dessa, tem de encarar a semifinal já como uma final – disse.


Antes do Mundial, o Fluminense ainda tem um último compromisso pelo Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira, quando enfrenta o Grêmio, no Maracanã.