Romerito aproveitou passagem do Fluminense pelo Paraguai para visitar delegação no hotel (Foto: Divulgação)

Ídolo tricolor, Romerito aproveitou a estadia do Fluminense no Paraguai para visitar a delegação no hotel. E o ex-jogador comentou a polêmica que ocorreu na partida da última terça-feira, no La Olla, pela ida das oitavas de final da Copa Libertadores. Derrotado por 2 a 0, o Cerro Porteño pediu a anulação do jogo com o Fluminense por conta de um gol mal anulado no primeiro tempo com auxílio do VAR. Situação essa vista como absurda pelo ex-meia.

Romerito destacou que erros de arbitragem ocorrem e o Fluminense já cansou de ser prejudicado por isso.

– (Gol anulado) Poderia ter mudado o sentido do jogo, para um ou para outro. Mas futebol é assim, acontecem essas situações. Reclamaram muito aqui no Cerro Porteño. É uma estupidez grande, não se pode anular um jogo por mais justo que seja. Se fosse assim, teria que pedir a anulação da final contra a LDU (em 2008) porque o Baldassi (Héctor Baldassi, ex-árbitro argentino) roubou o Fluminense – disse.