(Foto: Reprodução/FluTV)

Tartá foi revelado pelas categorias de base do Fluminense e em 2008 fazia parte do elenco que foi vice campeão da Libertadores. O ex-atacante estava no banco nas duas partidas contra a LDU.

Em entrevista ao Podcast “Papo de Guerreiro” da FluTV, o moleque de Xerém falou sobre aquele momento que viveu pelo Tricolor e afirmou que o título foi perdido na altitude.

– Tínhamos uma certeza gigantesca que íamos ganhar. Era confiança, não arrogância. O que aconteceu no primeiro jogo, onde nós realmente perdemos o título. A altitude fez maior diferença. Os caras passavam do meio de campo e chutavam no gol. Mas nós sabíamos que tínhamos um time muito melhor. Tomamos um no início aqui. Tinha todo o peso, responsabilidade. No final do jogo, ninguém tinha um “A” para falar. Era silêncio e choro. Parecia que a mãe de todo mundo ali tinha falecido. Para quem participou, aquele é o dia mais pesado e triste. Fui pra casa, lembro as pessoas na rua, assim caídas no chão. Merecia demais aquele título – disse.