(Foto: Mailson Santana - FFC)

Após a repercussão da entrevista da última terça-feira, concedida pelo pai de Metinho, Abel Silu, o estafe do jogador entrou em contato com o NETFLU, dando novas explicações a respeito da antecipação da ida do jovem à Europa.

Contratado pelo City Group, Metinho inicialmente ficaria no Fluminense até o fim da temporada. Na última noite, o pai do jogador disse que clube não havia cumprido com a palavra de dar chances ao mesmo. Também informou que o atleta teria pedido oportunidades a Roger, o que teria irritado o treinador. Hoje, em nota, ambas as questões foram negadas.

NOTA OFICIAL:


“Os representantes do volante Metinho, do Fluminense, juntamente com seu pai, vêm a público esclarecer pontos importantes referentes a notícias envolvendo o atleta, publicadas no NETFLU.

Em nenhum momento foi garantido a Metinho, por contrato ou qualquer outro tipo de acordo, tempo de jogo do atleta no time profissional do Fluminense. Após a conclusão da negociação, ficou acertado que ele ficaria mais um ano no clube para que concluísse seu desenvolvimento profissional, o que foi aceito pelo Grupo City desde que houvesse “minutagem” do jogador em campo pelo time principal do Fluminense.

Como o atleta não deverá ser utilizado pela equipe profissional, houve consenso entre o Fluminense e o Grupo City, em concordância com o que foi estabelecido no acordo, de que o jogador fosse liberado.

Também cabe ressaltar que em nenhum momento o jogador pediu a qualquer profissional da comissão técnica que fosse mais aproveitado na equipe principal.”