Matheus Ferraz não joga desde maio (Foto: Mailson Santana/FFC)

O repórter do NETFLU, Paulo Brito, perguntou sobre as razões que levaram o Fluminense a renovar o contrato de Matheus Ferraz até o fim de 2022. Terminaria em meados do próximo ano. O veterano de 35 anos hoje é a última opção para a zaga, atrás de Nino, Luccas Claro, Manoel, David Braz e Luan Freitas. O presidente Mário Bittencourt explicou:

– O jogador foi procurado pela Chape e por mais dois outros clubes. Em 2014, quando fui vice de futebol, eu dizia que zagueiro é seguinte se você tem seis, você tem cinco, se você tem cinco, quatro, se tem quatro, não tem nenhum. Porque zagueiros se machucam muito e são suspensos, mas vocês que estão de fora não tem as informações de dentro e a gente, sim. Sabíamos da possibilidade do Nino ser convocado, de chegar uma proposta, que não aconteceu, por ele no meio do ano e quando o Matheus foi procurado entendemos por bem esticar um pouquinho o contrato dele para termos essa quantidade de zagueiros. Naquele período que fui vice-presidente tivemos lesões e ficamos com um zagueiro para disputar o campeonato, com o Edson improvisado. Por uma questão de planejamento, por essas questões, renovamos. O Luccas Claro veio muito bem, então poderia chegar uma proposta, pois ele exigiu uma cláusula de saída se viesse proposta do exterior, renovamos com o Matheus, e além de ele ser um grande jogador, é muito importante pra nós, grande líder do nosso grupo, aplicado, dedicado e em algum momento será utilizado. Ele ser relacionado também é ser utilizado. Foi uma decisão de critério técnico e por isso que está conosco – disse.

A coletiva segue e após, o NETFLU fará um react com Leandro Dias e Rafael Siri no nosso canal no youtube: